breaking news

Loures – IPTRANS à Procura de Um Rumo e os Compromissos da Câmara

Fevereiro 12th, 2016 | by

O IPTrans em Loures foi o tema central de um debate alargado na reunião de Câmara do passado dia 3 de Fevereiro de 2015 num diálogo PS – PCP em que o PSD não fez qualquer intervenção. SPaixao_650

Do lado do PS, Sónia Paixão e Ricardo Leão e, do lado do PCP, Paulo Piteira e António Pombinho, esgrimiram argumentos em que, mais uma vez, a transparência e o passado foram questionados(1) e em que, mais uma vez, Ricardo Leão deu o peito às balas e desafiou o PCP a ser consequente e a, de uma vez por todas, avançar para além das insinuações e ser consequente. Este foi um debate com vários desafios em que a dado passo António Pombinho ameaçou o PS com a vinda da direção do IPTrans a uma reunião de Câmara e Ricardo Leão aceitou o desafio e foi mais longe solicitando que, além de representantes do IPTrans, fossem presentes todos os que no passado tiveram responsabilidade direta nas decisões envolvendo a CMLoures e o IPTrans.

O IPTrans – Instituto Profissional de Transportes – é uma escola profissional sediada em Loures que surgiu a pensar na qualificação das pessoas para o setor dos transportes. Criado em 1993 o IPTRANS tem como proprietária a AEPTL – Associação para o Ensino Profissional em Transportes e Logística.

Este debate centrou-se nas necessidades do IPTrans de fundos para tesouraria sendo a proposta do Vereador António Pombinho a transferência de imediato de 30.000 euros e ficando já em agenda nova transferência de igual valor em Maio.  A este propósito Ricardo Leão do PS viria a questionar porquê o valor de 30.000 euros e não outro qualquer, questionado também a falta de uma solução global para o IPTrans. Em debate esteve também o compromisso de 600.000 euros da Câmara de Loures para com o IPTrans e a valorização dos terrenos do IPTrans há anos atrás em 3 Milhões de euros (moeda de troca ente o IPTrans e a CMLoures) que no mercado atual é, segundo o Vereador António Pombinho, irrealista.

——————————————
(1) Ainda estamos todos à espera dos resultados de uma auditoria interna que, prometida há vários anos teve até à data meia dúzia de tiros de pólvora seca, algum tempo após ser anunciada e, até hoje, nunca foi apresentada.

Deixe uma resposta

UA-3566882-2