breaking news

FUTSAL – SPORTING é bi-campeão Nacional. AMSAC termina play-out com vitória

Junho 19th, 2011 | by António Tavares

O Sporting sagrou-se bi-campeão Nacional de Futsal ao vencer o Benfica por 5-3, após prolongamento, em partida disputada no Pavilhão Paz e Amizade. É a primeira vez que o título nacional de futsal se decide ao terceiro jogo da final, que se joga, como é sabido à melhor de cinco.
Na primeira parte o Benfica esteve melhor, chegou ao 0-3, mas ainda antes do intervalo o Sporting reduzia para para dois golos a desvantagem perante os encarnados.
No segundo tempo, mais dois golos dos “leões” levaram a partida para prolongamento, onde os verde e brancos consumaram a “cambalhota” no marcador.

Apesar de jogada no Pavilhão Paz e Amizade e deste terceiro jogo da final ter sido um hino ao futsal, sobretudo na 2ª parte e no prolongamento, dentro das quatro linhas nem tudo foi pacífico. Os benfiquistas queixam-se de uma falta não assinalada, que precedeu o 4º golo do Sporting, houve jogadores a travarem-se de razões e até mesmo, um dirigente do clube encarnado a tentar agarrar um jogador do Sporting com o jogo a decorrer. São excessos que não fazem bem ao futsal e pisam o tão badalado “fair-play” que todos apregoam.


AMSAC termina play-out com vitória

A entrada para a última jornada do “play-out” já estava tudo decidido quanto a descidas e manutenção. Mesmo assim na derradeira ronda, assistiu-se a dois jogos bem disputados e com vitórias pela margem mínima. O Rio Ave, apesar de condenado, foi vencer a Matosinhos a equipa do Freixieiro, por 2-1 e a AMSAC também venceu, em Sacavém, o Vitória dos Olivais por 3-2.

A AMSAC termina o “play-out” no 1º lugar, com 31 pontos, seguida do Freixieiro com 27. Rio Ave, com 24 pontos e Vitória dos Olivais com 12, baixam à 2ª Divisão para a próxima época, que se prevê, venha a ser marcada pelas dificuldades resultantes da realidade económica do País, que afectam para já equipas como o Belenenses, Instituto e Boticas, na 1ª Divisão, além de outras nos Campeonatos Nacionais, como por exemplo o Foz, da 2ª Divisão, que descontinuou já a prática da modalidade.

Luis Filipe Silva

Deixe uma resposta

UA-3566882-2