breaking news

LOURES – Trabalhadores dos SMAS protestaram nas ruas de Loures pela resposição do subsídio de deslocação

Março 3rd, 2011 | by Miguel Durão

Cerca de quatro centenas de trabalhadores dos Serviços Municipalizados de Loures (SMAS) manifestaram-se pelas ruas da cidade, quarta-feira, para reivindicar a reposição do subsídio de deslocação, no valor de 90 euros, e que era recebido por cerca de 1.500 trabalhadores há 27 anos, e que esteve na origem de uma greve na recolha do lixo, no mês de Fevereiro e que durou cinco dias.

O protesto, organizado pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), iniciou-se junto à Câmara de Loures, onde foi realizado um plenário pelos trabalhadores municipais, e terminou no edifício onde decorria uma reunião do executivo municipal, após uma marcha lenta pelo centro da cidade.

Face à falta de resposta da autarquia, e num dia em que se realizava a reunião da Câmara, os trabalhadores dos SMAS aproveitaram o período destinado às perguntas do público para confrontar Carlos Teixeira com a decisão de retirar o subsidio.

O presidente da Câmara de Loures, à semelhança daquilo que já tinha dito em reuniões anteriores com as estruturas sindicais, respondeu que “o subsídio era ilegal” e que por isso teve de ser retirado. “A partir do momento em que sabemos que este subsídio era ilegal não o podíamos manter. Em várias Câmaras que o tinham alguns trabalhadores tiveram que devolver o dinheiro e não queríamos que essa situação se repetisse aqui”, afirmou o edil, sublinhando várias vezes que a retirada do subsídio não era uma questão política, mas sim de legalidade.

No final da sessão, e após entregarem uma carta aberta ao presidente do município, os manifestantes anunciaram que vão continuar a reivindicar pela reposição do subsídio, tendo já algumas acções de protesto em carteira e que vão decorrer ainda durante este mês.

Uma delas será uma vigília entre 28 de Março e 1 de Abril, em que entre as 11h00 e as 14h00, piquetes de greve estarão concentrados frente à Câmara de Loures, local onde vão construir uma caixa de reclamações.

Miguel Durão

Deixe uma resposta

UA-3566882-2