breaking news

Loures – Crise obriga farmacêutica Hovione a travar investimentos

Outubro 8th, 2010 | by Miguel Durão

A farmacêutica Hovione, de capital 100% português e que tem fábrica em Loures, desistiu de investir no novo centro tecnológico, que deveria ter sido inaugurado no final do Verão, no campus tecnológico do Lumiar.

A crise financeira e mundial que se atravessa foi a responsável por esta decisão. A Hovione previa investir nesta infra-estrutura entre três e os seis milhões de euros. Segundo o presidente da empresa, em entrevista ao Diário Económico, “a crise diminuiu o ímpeto do nosso crescimento e levou-nos a ter que tomar decisões de grande prudência, a suspensão dos nossos investimentos que estavam agendados”, referiu Peter Villax.

Além de travar o investimento no novo laboratório, a Hovione foi ainda obrigada a suspender a expansão da capacidade das unidades da China. “Temos a possibilidade de duplicar o investimento na China, mas neste momento a nossa política de empresa é de contenção absoluta de investimento, seja qual for o mercado, e de redução da dívida por razões de prudência”, afirmou o presidente da Hovione, que, sem revelar valores, garante que a dívida da empresa “é perfeitamente saudável para a sua dimensão”.

Em 2009 a empresa fechou o ano com uma facturação de 106,6 milhões de euros.

 Miguel Durão

Deixe uma resposta

UA-3566882-2