breaking news

BE – comunicado Imprensa- LOURES: Prepotência no encerramento de escolas do 1º ciclo

Setembro 2nd, 2010 | by António Tavares

Face à recente tardia divulgação da listagem de escolas do 1º Ciclo a encerrar no próximo ano lectivo, que inclui 3 estabelecimentos de ensino de Loures, todos eles na zona rural do concelho, o deputado municipal do Bloco Loures, Vitor Edmundo, solicitou uma reunião de líderes ao presidente da Assembleia Municipal com o intuito de analisar este problema e agendar a convocação de uma Assembleia Municipal Extraordinária.

É de salientar que a 4 de Junho o Bloco enviou um requerimento ao presidente da Assembleia, no qual pretendia ser esclarecido sobre o número de escolas a encerrar, e qual a posição do Executivo, requerimento este que não obteve resposta.

Para o deputado municipal de Bloco este processo não é transparente e defende que a lista de escolas a encerrar deveria ter sido divulgada com diversos elementos que continuam a ser desconhecidos. Deveria, para além do nome da escola, ser referido o número de alunos, a taxa de insucesso verificada e a escola de acolhimento dos alunos. Isto, partindo-se do princípio de que, em todos os casos, havia acordo do município e dos pais, o que pensamos não ter acontecido. É claramente uma posição de prepotência e desrespeito por parte do ME e Governo, divulgar uma lista manifestamente insuficiente a 15 dias do início de um novo ano escolar.

Os principais penalizados com esta imposição, serão as crianças das zonas rurais de Loures que passarão, em Setembro a ter de frequentar outra escola, principalmente se não estiverem asseguradas deslocações de curta duração com condições de segurança e conforto legalmente estabelecidas e se não houver uma resposta social adequada e de qualidade que assegure refeições gratuitas e ocupação dos tempos que medeiam entre o final das aulas e o regresso a casa.

Estas são algumas das dúvidas que o Bloco de Esquerda quer ver esclarecidas. E na defesa intransigente de uma escola pública de qualidade, não deixará de estar atento às condições de transporte e de acolhimento dos alunos deslocados.

Veja carta enviada ao presidente da Assembleia Municipal de Loures em formato pdf»

Deixe uma resposta

UA-3566882-2